• Agrogenius

Perguntas e respostas sobre Certificação Agrícola para Empreendedores Iniciantes



A Certificação Agrícola é um caminho sem volta, vista pelos especialistas como uma tendência fortíssima para os mercados consumidores de maior potencial aquisitivo.


De tempos pra cá, é observado a ascensão do número de empresas e empreendimentos agro com algum tipo de verificação ou certificação agrícola. Estas empresas, de maneira voluntária, submetem-se a auditorias regulares independentes que inspecionam os empreendimentos de acordo com a norma requerida.


Neste artigo, abordaremos algumas dúvidas bem comuns de empreendedores que pretendem saber mais sobre o processo de certificação agrícola, para ajuda-los na tomada de decisão.


Porque as empresas fazem isso?


Alguns mercados e empresas que importam produtos agro do Brasil, como a União Européia, redes de supermercados, exportadores e outros membros da cadeia de custódia, podem exigir de seus fornecedores o cumprimento de normas específicas, que abordam geralmente temas como:


· Segurança alimentar;

· Gestão e rastreabilidade;

· Manutenção de registros;

· Segurança no trabalho;

· Conformidade com leis trabalhistas;

· Impactos ambientais;

· Entre muitas outras;


Alternativamente, há empresas que optam pela certificação agrícola para agregar valor aos seus produtos, utilizando-se de da certificação como diferencial na venda. Algumas certificações oferecem melhores condições de negociação na venda do produto pelo empreendedor, que consegue uma melhor margem de lucro nestes produtos.


Como garantir que o processo é confiável?


Como falamos no começo, empresas de auditoria independentes, são acreditadas pelas instituições que detém os direitos sobre a norma de certificação. Chamamos comumente estas empresas de Certificadoras.


As certificadoras podem prestar serviços de auditoria para mais de um protocolo de certificação, desde que passem pela auditoria da instituição que detém os direitos desta norma. Normalmente, são cobrados critérios rigorosos e específico, com base nas normas ISO.


As certificadoras, por sua vez, assim que obtém a aprovação, pode auditar empresas que tem interesse em se certificar, de acordo com os protocolos e normas pré-estabelecidos. Caso a empresa auditada cumpra com os critérios da norma pretendida, ela recebe um certificado que atesta a qualidade do produto segundo o protocolo auditado.


Como faço para me certificar?


Recomendamos que o empreendedor pesquise empresas da sua região que já passaram pelo processo de certificação agrícola, e agende visitas para que você converse com os responsáveis, e sinta se o momento que sua empresa vive é o adequado para isso.


De outra forma, empresas de consultoria, como a Agrogenius, podem te ajudar a entender os custos, qual certificação escolher, e orientar o produtor de maneira didática e menos prolixa de acordo com as necessidades. Também, podem auxiliar na adequação da empresa para a obtenção do certificado.


Conclusões


Espero que tenhamos te ajudado a entender um pouco mais sobre a certificação agrícola.


Entendemos que o artigo é curto, porém, nosso objetivo é informar de maneira breve, as principais perguntas que encontramos em nossos clientes, quando se certificam pela primeira vez.


Se te ajudamos, nos ajude também curtindo e/ou compartilhando este artigo!

Também estamos no Facebook e Instagram! Segue a gente lá! ;)